Telefone: +55 11 2766.7707

E-mail: contato@axondata.com.br

Insights e Notícias

A Inteligência Artificial no combate à COVID-19

A Inteligência Artificial no combate à COVID-19

A presença da COVID-19 em nossa sociedade vem ocasionando diversos impactos que ainda não temos como mensurar na totalidade. No campo da saúde, vemos uma grande demanda por tratamentos, leitos hospitalares e o número de infectados aumenta a cada dia. O momento é delicado e exige muita calma e planejamento das autoridades, que devem gerir e trabalhar no intuito de minimizar os impactos diretos e indiretos da COVID-19 na vida dos brasileiros.


Em uma sociedade fortemente ligada à tecnologia e com grande capacidade de desenvolvimento científico, a Inteligência Artificial pode protagonizar um papel central na compreensão e combate ao vírus e suas consequências. De forma geral, a IA pode ser entendida como uma área multidisciplinar de pesquisa, desenvolvimento e inovação que visa propor soluções capazes de automatizar processos e auxiliar a tomada de decisão.


No contexto de doenças infecciosas, há muitas aplicações possíveis da Inteligência Artificial e destacamos algumas delas aqui:


Análise automática de exames médicos, principalmente aqueles baseados em imagens, como radiografias, tomografias, ultrassonografias, etc.;


. Diagnóstico a partir de dados clínicos, laboratoriais e genéticos;


. Mapeamento e monitoramento de surtos, endemias, epidemias e pandemias;


. Recomendação de tratamento com base em diagnósticos;


. Modelagem de dados georreferenciados;


. Análise da evolução temporal e dispersão da doença;


. Identificação de fake news associadas à doença;


. Análise de estado emocional da população frente à doença e ações governamentais.


 


A Inteligência Artificial vai provando ser uma ferramenta útil e necessária em momentos de crise como o atual. É importante termos iniciativas como o Desafio SOMMA-COVID19, promovido pela AXONDATA em parceria com a SOLVIA Consultoria e o Laboratório de Computação Natural e Aprendizagem de Máquina (LCoN) da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM). O desafio tem como objetivo capacitar profissionais em Ciência de Dados e disponibilizar a Plataforma Analítica SOMMA® para o desenvolvimento de soluções de IA e Big Data aplicadas à COVID-19.